O Snapchat está na ativa desde setembro de 2011, mas foi somente em 2015 a rede social ganhou popularidade.

Seu grande diferencial deve-se ao fato de seu conteúdo se autodestruir em pouco tempo. Isso permitiu que o aplicativo tivesse ênfase em conteúdos mais despretensiosos do cotidiano atraindo em cheio usuários mais jovens que se sentiam vigiados em outras redes como no Facebook.

Apesar disso, a composição do Snapchat vem se alterando e, segundo relatos da ComScore, o Snapchat vem atraindo um público mais velho. 38 por cento dos usuários de smartphones, com idades entre 25 e 34 anos estão usando o serviço.

Surpreendentemente, 14 por cento dos usuários de smartphones com idades acima dos 35 também estão no Snapchat, ou pelo menos baixaram o aplicativo.

O número de usuários mais velhos cresceu significativamente considerando que este número era de 2 por cento há apenas três anos.

Vale dizer que o ciclo das redes sociais é basicamente este e foi assim também com o Facebook. Adolescentes são os primeiros a começar usar e de forma que sua popularidade cresce de forma viral. O aplicativo, eventualmente, atinge massa crítica. As marcas tomam conhecimento e começam a construir a sua presença ali.

Depois de algum tempo os criadores da plataforma passam a buscar maneiras de rentabilizar a rede. Monetização traz a necessidade de apelo de massa, e apelo de massa traz pais. É nesse momento que os adolescentes – que ajudaram a plataforma social tornar-se popular – pulam do barco para novos espaços, onde seus pais não estão.

No entanto, o Snapchat pode ser menos suscetível a um êxodo adolescente do que o Facebook, porque a comunicação é mais fechada, diz Amanda Lenhart, pesquisadora do Data & Society Research Institute em New York.

O Facebook hoje se tornou anfitriã de avós, e obteve um lucro de US $ 3,7 bilhões somente no ano passado. O Snapchat está atualmente avaliado em US $ 16 bilhões. Com suas parcerias com empresas de mídia em sua seção “Discover”, a plataforma certamente aumentou o seu apelo a um público mais amplo que não quer apenas compartilhar fotos e vídeos que desaparecem automaticamente.

Por hora, o Snapchat continua crescendo. Resta saber até quando os usuários mais jovens se sentirão à vontade na rede e buscarão uma nova plataforma para abraçar.

Referências

Report: Daily News: Older users are flocking to Snapchat

Receba o melhor conteúdo por email!

Inscrição concluída com sucesso!