“Quem não é visto não é lembrado” – René Descartes. Esse pensamento de René Descartes, que se tornou máxima do mercado publicitário, continua muito atual em dias de mundo digital. Se antes as pessoas eram impactadas com outdoors, anúncios em revistas e comerciais de TV, hoje elas são diariamente bombardeadas com publicidade também na internet. Seja no Facebook, numa pesquisa no Google ou num vídeo do Youtube. A publicidade continua lá.

Certamente o seu concorrente é uma dessas marcas que bombardeia o seu cliente com conteúdo de marketing por diversos canais. Cedo ou tarde, quando essa pessoa precisar adquirir determinado produto ou serviço, advinha de quem ela vai lembrar?

Isso mostra exatamente a necessidade de se investir em marketing digital agora. Neste texto, lhe apresentarei cinco estratégias essenciais de marketing digital que você precisa executar se quiser marcar presença nesse mundo cada vez mais competitivo.

1 Marketing de Conteúdo

Marketing de Conteúdo é um dos maiores pilares do marketing digital. Várias outras estratégias orbitam em tordo do marketing de conteúdo.

Mas o que é marketing de conteúdo e por que ele é tão importante?

Basicamente a internet é movida por conteúdo. Sempre que abrimos o Google e fazemos uma busca, estamos atrás do conteúdo que tire a nossa dúvida, que satisfaça a nossa necessidade.

Essa é a base do marketing de conteúdo. Satisfazer uma necessidade de seu cliente, resolver um problema. Chamar a atenção dele para o seu negócio. Sim, você pode ajudá-lo. Quer um exemplo pessoal?

No carnaval no Rio de Janeiro, fui à rua com um sapatênis seminovo que eu gostava muito. Ele era de tecido amarelo e como a rua estava cheia de lama, ele ficou todo manchado. Quando cheguei em casa, fiquei desesperado. Coloquei para lavar e infelizmente as manchas não saíram com sabão comum.

Com um pouco de medo de ter estragado meu tenis, peguei o celular e pesquisei: como tirar mancha de lama. Encontrei um artigo com dicas sobre como tirar manchas de tecido e a sugestão de um produto em barra que removia manchas de tecidos coloridos. Era um Venish.

No outro dia eu fui ao supermercado e comprei o produto. E sim, as manchas saíram quase que totalmente.

Este é um depoimento de um cliente baseado em uma experiência promovida por um conteúdo. Isso é marketing de conteúdo.

Para tanto, sua empresa/marca precisa ter um blog. Precisa investigar como seus clientes podem ser ajudados através dos seus produtos. Certamente alguém estará neste momento pesquisando uma forma de resolver um problema que o seu produto ou serviço resolve.

E não precisa focar diretamente em seu produto. Seja relevante. Se você é uma agência de viagens, que tal falar sobre os 10 melhores destinos para curtir o pôr do sol? Ou sobre as melhores estratégias para economizar na viagem das férias? Dessa forma as pessoas tomarão conhecimento de seus serviços e a probabilidade de adquirirem contigo são imensamente maiores.

2 Marketing de Mídias Sociais

Quantas redes sociais temos hoje? Muitas. Em quais redes sociais os seus clientes estão? Então esteja nelas.

Quando você se posiciona estrategicamente nas redes sociais elas se tornam mídias sociais, afinal, você está se apropriando daquele espaço para promover o seu negócio.

Dentre as mais populares hoje em dia, temos o Facebook, O Twitter, O Instagram e Youtube. Mas temos também o Snapchat, o Whatsapp, Pinterest, Linkedin entre outras. Cada uma com suas especificidades.

Você não precisa estar em todas as redes sociais, mas precisa estar nas mais relevantes para o seu negócio.

Se você tem em foco pessoas acima dos 35 anos, é bem provável que não encontrará muitas no Snapchat, mas certamente as encontrará no Facebook e no Whatsapp. Se o seu público é focado em moda ou fitness, é provável que use o Instagram para obter dicas e inspirações, além de servir como local para postar suas rotinas e evoluções.

Cada público tem seus espaços. Você precisa estar atento a isso para não desperdiçar tempo, energia e dinheiro em estratégias que não trarão resultados. Invista em conteúdo, em interação e também ADS. Desista das fórmulas mágicas, dos horários exatos para postar ou da quantidade de posts necessários. Somente experimentando você vai encontrar essas respostas.

O que você não pode jamais é ficar alheio às redes sociais. Com certeza os seus concorrentes estão notando o potencial delas para seus negócios e saindo na frente para abocanhar esta fatia de público.

3 Email Marketing

Para alguns, email é coisa do passado. Ultrapassado. Garanto a você que ele continua mais vivo do que nunca e certamente vai continuar por muito tempo. O crescimento das redes sociais não afetou a importância do e-mail marketing. Pelo contrário, elas funcionam como importantes aliadas na construção das listas.

Para se aprofundar mais sobre e-mail marketing, leia aqui: 5 ferramentas para criar uma lista de e-mails poderosa. 

4 SEO – Search Engine Opitimization

É possível que para você o termo SEO soe tecnicista, mas com o tempo você acaba se familiarizando.

SEO Marketing nada mais é do que pensar o seu conteúdo para os motores de buscas. Na primeira estratégia, citamos o Marketing de Conteúdo, mas pense: quantas pessoas estão agora publicando sobre o mesmo assunto que eu? Quantas empresas vendem produtos ou serviços similares aos meus? Certamente muitos.

O SEO lhe permite se destacar desta multidão nas principais buscas do Google que é de onde vem a maioria dos leads qualificados. Não adianta você ter um bom conteúdo se ele não aparece no Google quando as pessoas fazem uma pesquisa. Seu site ou blog ficará às moscas.

Por isso é importante otimizar o seu conteúdo. Tudo é pensado para que ele suba no ranking do Google e apareça primeiro para o seu cliente.

Há várias técnicas desde o uso de palavras-chave, expressões, otimização do título, da url do seu post, uso de imagens, etc.

Mas vá com calma. Não pegue tudo o que dizem sobre SEO e transforme seu conteúdo em um Frankenstein.

Não esqueça: o seu texto precisa ser relevante para o seu cliente. Ele não precisa saber que o conteúdo foi editado para ser melhor rankeado no Google. Por isso você precisa escrevê-lo de forma mais natural e orgânico possível.

Nada de sair enfiando palavras-chave só para aparecer nas buscas. Seu texto soará ruim e forçado. Daí a importância de ter conhecimento sobre o assunto e não cometer erros grotescos.

Há diversos plugins que auxiliam no processo de análise e ajuste do conteúdo, mas é sempre bom estudar, já que essa é uma área que está sempre mudando e o que é válido hoje, amanhã pode não ser mais.

5 Marketing Pessoal

O marketing pessoal é um dos pontos mais ignorados por parte dos empreendedores. Focam na marca e esquecem-se da própria imagem. Isso não pode acontecer. Sua imagem está intimamente vinculada a de sua marca/empresa.

Tenha perfis nas redes sociais e porte-se de forma profissional. Pense que qualquer pessoa pode estar a olhar o seu perfil e não pega bem se você publica conteúdo duvidoso. Muito cuidado com comentários que possam ser interpretados de forma negativa, preconceituosos, discriminantes.

Isso pode repercutir negativamente para a sua marca pois é muito fácil viralizar coisas assim hoje em dia.

Todo trabalho de uma vida pode ir para o lixo por um mau posicionamento nas redes sociais.

Além disso, faça contatos, network. Aproveite todo o potencial que as redes sociais oferecem para potencializar a presença da sua marca na internet. Só tome cuidado para não ser tornar um chato.

Leia aqui: 5 dicas para melhorar a sua marca pessoal

Lembre-se que as pessoas estão nas redes sociais não para comprar o seu produto ou serviço, mas para se distrair, para fazer e cultivar amizades. Não faça spam. Use com bom senso.

Essas foram as dicas de hoje. Se quiser deixar outras ou se tiver alguma dúvida, faça um comentário! Compartilhe este post com seus amigos.

Até a próxima!

Receba o melhor conteúdo por email!

Inscrição concluída com sucesso!